sábado, 26 de abril de 2014

Resultados do fim-de-semana

Basquetebol Nacional
Campeonato Nacional da Proliga
Eléctrico foi eliminado da competição

Basquetebol Nacional
Campeonato Nacional da 1ªDivisão
25/04 - 17:00
Ginásio CO 50-68 Atl.Reguengos
27/04 - 17:00
Atl.Reguengos 57-85 Atlético









sábado, 12 de abril de 2014

Proliga - Eléctrico eliminado pelo Terceira Basket nos Quartos-de-Final



Resultados do fim-de-semana

Basquetebol Nacional
Campeonato Nacional da Proliga - Playoffs - Quartos de Final
12/04 - 18:30
Eléctrico 63-74 Terceira Basket


Basquetebol Nacional
Campeonato Nacional da 1ªDivisão
13/04 - 17:00
Seixal 83-71 Atl.Reguengos









sexta-feira, 4 de abril de 2014

Resultados do fim-de-semana

Basquetebol Nacional
Campeonato Nacional da Proliga - Playoffs - Quartos de Final
06/04 - 17:00
Terceira Basket 75-69 Eléctrico


Basquetebol Nacional
Campeonato Nacional da 1ªDivisão
05/04 - 18:30
Estoril BC 76-62 Atl.Reguengos
06/04 - 18:30
Atl.Reguengos 55-80 Física Torres Vedras









quarta-feira, 2 de abril de 2014

1.º jogo dos “quartos” será este fim-de-semana


Finda a fase regular, as 8 melhores equipas vão agora discutir o título e 7 delas a vaga ainda disponível na Liga. O Dragon Force já garantiu a subida, mas há outros clubes com legítimas pretensões, que tudo farão no sentido de assegurar a promoção. Veja nos detalhes desta notícia o que esperar dos encontros da primeira eliminatória.

O facto de terem já garantido a subida automática por via de ter sido o 1º classificado da fase regular, poderá contribuir para algum relaxamento por parte dos portistas. Se bem que o adversário é o Benfica B, rival histórico, independentemente da competição em causa. Esta será uma eliminatória onde as duas equipas não estão pressionadas a ter que vencer, algo que poderá beneficiar o espetáculo. Os dragões são favoritos, pela supremacia demonstrada durante a fase regular e porque continuam invictos em casa. É inquestionável que a jovem equipa do Benfica evoluiu ao longo da fase regular, fica a curiosidade em perceber até que ponto estão preparados e consistentes para defrontar um adversário com os argumentos do Dragon Force. 

Illiabum e Esgueira vão lutar por um lugar na meia-final do playoff da Proliga. Falhado o objetivo de subir diretamente, o Illiabum vê-se agora obrigado a vencer o playoff, ou pelo menos chegar à final, caso defronte o Dragon Force. A formação de Ílhavo liderou grande parte da fase regular, dominou quase todos os rankings coletivos, e venceu os dois jogos da fase regular frente ao Esgueira. Face a uma equipa que consegue fazer muitos pontos e domina a luta das tabelas, o Esgueira terá, mais do que nunca, controlar o ritmo de jogo e da posse de bola. Convém lembrar que os comandados de Pedro Costa há bem pouco tempo derrotaram, em casa, a equipa portista, e na Troféu António Pratas deixou o Illiabum pelo caminho. A fase da temporada é outra, pelo que pouco importam os resultados passados. No entanto, a formação de Esgueira já provou que é forte em casa, pelo que será decisivo o resultado do jogo perante o seu público. 

O conjunto da Figueira da Foz parte para esta eliminatória com algum favoritismo, se bem que do outro lado, estará uma equipa que em ano de estreia na Proliga se comportou de uma forma muito positiva. A experiência de alguns jogadores do Ginásio poderá ser uma mais-valia numa fase da prova em que a pressão é maior, se bem que o adversário nada tenha a perder nesta eliminatória. No confronto direto, uma vitória para cada lado, sendo que o Ginásio já deu provas de ter uma capacidade ofensiva superior ao seu opositor. Se controlar a luta das tabelas, mantendo-se agressiva no ressalto ofensivo, mantiver a eficácia na posse de bola, terá de ser através da defesa que a Academia do Lumiar conseguirá ultrapassar esta eliminatória. 

Eléctrico bate-se com equipa da Terceira 
Em teoria, visto que se defrontam 4º e 5º classificados, esta será a eliminatória mais equilibrada. Duas equipas que revelaram alguma inconstância no seu rendimento ao longo da fase regular, mas que a terminaram de uma forma positiva. Isso fará com que as duas se apresentem com os seus níveis de confiança altos, preparadas para lutar por uma presença na fase seguinte. O conjunto de Ponte de Sor já este ano conquistou um troféu, e mantém um núcleo de jogadores que há várias temporadas se bate pela subida. A experiência poderá ser uma vantagem, até porque durante a fase regular o Eléctrico venceu os dois jogos. A formação alentejana é forte no ressalto, eficiente nas áreas próximas do cesto e possui atiradores que num jogo de inspiração podem fazer a diferença. O Terceira é a equipa da Proliga com a média de pontos mais baixa (58.3), menos dezassete que o seu adversário (75.6), em virtude das suas percentagens de lançamento. Uma melhor seleção de lançamentos será decisiva para o sucesso do Terceira Basket, bem como cuidar melhor da bola. Por outras palavras cometer menos turnovers.